segunda-feira, 5 de agosto de 2013

É REALMENTE UMA PENA...


É realmente uma pena, nós que temos este amor incondicional pelo ser humano ao ponto de deixar tudo para trás, emprego, familia e amigos que cultivamos ao longo do tempo para obedecer ao Ide de Jesus e fomos enviados para este estado, esta cidade que amamos de montão, foi Deus que colocou este amor dentro de nós por que no começo foi difícil. Pregamos, falamos e temos todo o cuidado por cada uma das ovelhas que Deus nos Deus, somos imperfeitos, somos falhos, erramos, aprendemos com os nossos erros e assim vamos, prosseguindo para o alvo até o dia determinado pelo nosso Mestre. Não somos super - humanos temos sentimentos e as vezes nos machucam com atitudes e palavras mas, não amamos menos temos consciência de tudo o que nos vem é para nos tirar a paz e do foco. Amamos aqueles que falamos de Cristo, fizemos discipulados e até batizamos e hoje se encontram afastados, simplesmente não querem, não vem se distanciam. Isso nos faz mal? de certa forma sim por que o amor que sentimos por eles faz doer o nosso coração, por que queremos o bem deles e ficar longe de Deus e da comunhão  faz um mal tremendo. Toda a família sofre.

POR QUE DEVO IR A IGREJA?


Um homem perguntou e enviou uma carta a um jornal. “Eu tenho ido a igreja por 30 anos, e durante este tempo eu ouvi uns 3.000 sermões. Mas por minha vida eu não consigo lembrar de nenhum deles...Assim, eu penso que estou perdendo o meu tempo os pastores estão desperdiçando o tempo deles pregando sermões. “Esta carta iniciou-se uma grande controvérsia na coluna “Cartas ao Editor”, para o prazer do Editor-Chefe do Jornal. Isto foi por semanas, recebendo e publicando cartas sobre o assunto, até que alguém escreveu este argumento: “Estou casado já há 30 anos. Durante este tempo a minha esposa deve ter cozinhado umas 32.000 refeições. Mas, por minha vida, eu não consigo lembrar o cardápio de nenhuma destas 32.000 refeições. Mas de uma coisa eu sei. Todas elas me nutriram e me deu todas as forças de que eu precisava para fazer o meu trabalho. Se a minha esposa não tivesse me dado estas refeições, eu estaria hoje, fisicamente morto. Da mesma maneira, se eu não tivesse ido à Igreja para alimentar a minha fome espiritual, eu estaria morto, espiritualmente.


A FÉ VÊ O INVISÍVEL ACREDITA NO INACREDITÁVEL E RECEBE O IMPOSSÍVEL. GRAÇAS A DEUS POR NOSSA NUTRIÇÃO FÍSICA E ESPIRITUAL!

"PENSAMENTO DE QUE PARA TER JESUS OU SEGUIR JESUS NÃO PRECISA ESTAR NA IGREJA É UM PENSAMENTO QUE NÃO VEM DE DEUS E MUITOS ESTÃO DEIXANDO O PRIMEIRO AMOR.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...