sábado, 23 de março de 2013

A Ceia do Senhor



QUATRO TEXTOS REGISTRAM OS PORMENORES DA 1ª CEIA DO SENHOR

MATEUS 26.26-29 - MARCOS 14:22-25 - LUCAS 22:19-20 E O OUTRO ESTÁ EM 1CO.11:23-26. INTERESSANTE QUE NINGUEM GOSTARIA DE SER LEMBRADO QUANDO SE TEM UMA MORTE DOLOROSA. A CEIA REPRESENTA O SACRIFÍCIO DE JESUS. É UM NOVO PACTO UMA NOVA ALIANÇA. NOVO TESTAMENTO PARA UM TESTAMENTO TER EFICÁCIA, É NECESSÁRIO A MORTE DO TESTADOR. JESUS USOU 3 FORMAS DE LINGUAGEM PARA A CELEBRAÇÃO DE SUA CEIA:  1) LINGUAGEM MEMORIAL- PAULO DIZ ISSO: SEMELHANTEMENTE TAMBEM, DEPOIS DE CEAR, TOMOU O CÁLICE DIZENDO: ESTE É O CÁLICE, É O NOVO PACTO NO MEU SANGUE, FAZEI ISTO, TODAS AS VEZES QUE O BEBERDES, EM MEMÓRIA DEM MIM. -COMO O POVO DE DEUS PRECISA DE MEMÓRIA! PRECISAMOS DE MEMÓRIA PARA NOS LEMBRAR:
QUEM SOMOS; - AQUILO QUE SOMOS; - PORQUE ESTAMOS AQUI; - E AONDE IREMOS.
2) LINGUAGEM DA COMUNHÃO: HÁ UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL PELA LEMBRANÇA DE CRISTO NA CRUZ- E PELA NOSSA IDENTIFICAÇÃO COM ESSA CRUZ.-
SIGNIFICA QUE ESSA CRUZ ERA PARA VOCÊ E PARA MIM! MAS ELE TOMOU PARA SI!
3) LINGUAGEM DA CONSAGRAÇÃO: DE MODO QUE QUALQUER QUE COMER DO PÃO, OU BEBER DO CÁLICE DO SENHOR INDIGNAMENTE, SERÁ CULPADO DO CORPO E DO SANGUE DO SENHOR. EXAMINE-SE, POIS, O HOMEM A SI MESMO, E ASSIM COMA DO PÃO E BEBA DO CÁLICE. -INTERESSANTE QUE A CEIA DO SENHOR NÃO TORNA NINGUEM MELHOR, NINGUEM VAI SAIR MELHOR SÓ PORQUE TOMOU A CEIA DO SENHOR. AQUI ESTÁ A VERDADEIRA RAZÃO PÓRQUE PAULO ESTÁ DIZENDO:  -QUE É DEVER DE CADA UM DE NÓS EXAMINAR-SE SERIAMENTE OS PROPÓSITOS DE NOSSA VIDA ESPIRITUAL. O TEXTO ESTÁ FALANDO DA QUALIDADE DE VIDA ESPIRITUAL, E TAMBEM SOBRE A UNIDADE DA IGREJA DEVE HAVER REVERENCIA - DISCERNIMENTO - E ENTENDIMERNTO ESCUTE: QUANDO ESTAMOS NOS SENTINDO MAL, VAMOS AO MÉDICO PARA FAZER UM CHECK UP . O MÉDICO NOS EXAMINA E NOS DÁ O DIAGNÓSTICO. QUANDO VAMOS PARTICIPÁR DA CEIA, É HORA DE FAZER UM CHECP UP TAMBEM DE NOSSA VIDA ESPIRITUAL . PRECISAMOS NOS ANALISAR PARA SABER QUE MAL NOS AFLINGE.  -INDIGNAMENTE É FREQUENTEMENTE MAL ENTENDIDA. ELA NÃO DESCREVE A DIGNIDADE DA PESSOA. DESCREVE O MODO DE PARTICIPAR. HÁ PESSOAS QUE NÃO LEVAM A SÉRIO ESTA COMEMORAÇÃO, ESTÁ BRINCANDO COM O SACRIFÍCIO DE CRISTO E ESTÁ SE CONDENANDO POR NÃO DISCERNIR O CORPO DE CRISTO ACHANDO QUE A CEIA DO SENHOR NÃO PASSA DE UM MERO RITUAL, POIS DEIXAMOS DE MEDITAR NO SEU SIGNIFICADO, NOS CONDENANDO DIANTE DE DEUS. NÃO DÁ O MÍNIMO VALOR PARA O SACRIFÍCIO DE JESUS POR NÓS. GRAÇAS AO SEU SACRIFÍCIO NÃO PRECISAMOS MAIS DE SARCEDOTES PARA NOS COMUNICAR COM DEUS PODEMOS TER LIVRE ACESSO AO PAI - FALAMOS TODAS AS HORAS, TODOS OS MINUTOS, TODOS OS SEGUNDOS SE FOR PRECISO
E O MAIS CONFORTANTE É SABER QUE TEMOS UMA VIDA ETERNA NOS AGUARDANDO  E QUE UM DIA SEREMOS SEMELHANTE A ELE – OU SEJA : UM CORPO GLORIOSO SEM DORES E SEM DOENÇAS, MEDITE NISSO! AO CELEBRARMOS A CEIA DO SENHOR ESTAMOS ASSEGURANDO O NOSSO ARREBATAMENTO PARA O CÉU ALGUEM PODE PENSAR QUE O ARREBATAMENTO DA IGREJA E A CEIA DO SENHOR SÃO CASOS DISTINTOS VEJAMOS: COMO IRÃO SER ARREBATADOS SE NÃO ESTÃO EM COMUNHÃO COM CRISTO? COMO IRÃO SER ARREBATADOS SE NÃO ESTÃO EM SANTIFICAÇÃO? COMO IRÃO SER ARREBATADOS SE NÃO ESTÃO COMPARTILHANDO DOS PROPÓSITOS DA IGREJA? MESMA FÉ, MESMO AMOR, MESMA PALAVRA, MESMAS PROMESSAS, MESMA PUREZA, MESMA ESPERANÇA, MESMA UNIÃO
A CEIA DO SENHOR É PARA REUNIR TODOS OS COMPROMETIDOS COM CRISTO, EM TORNO D’ELE, POIS ESTÁ PRESENTE CONOSCO TODOS OS DIAS. NINGUEM PODE DIZER QUE ESTÁ EM COMUNHÃO COM CRISTO E COM SUA IGREJA, SE NÃO PARTICIPAR DO SEU CORPO E DO SEU SANGUE. COMPARE ESSES RELATOS DA BÍBLIA: JESUS PRIMEIRO DEU GRAÇAS (OROU) A DEUS PELO PÃO E ENTÃO TODOS COMPARTILHARAM  ELE OROU DE NOVO PARA AGRADECER PELO CÁLICE E TODOS BEBERAM DELE DESTE MODO ELE CHAMOU ESPECIAL ATENÇÃO PARA CADA ELEMENTO DA CEIA PÃO E VINHO – SIMBOLIZANDO O SACRIFÍCIO DO SEU CORPO E DE SEU SANGUE:  OFERECEU SUA VIDA PELA NOSSA LÁ NA CRUZ. ELE NÃO DEIXOU DÚVIDAS SOBRE O SEU SACRIFÍCIO PARA A NOSSA SALVAÇÃO: COMPRAR TODOS OS NOSSOS PECADOS. MORREU NA CRUZ PARA QUE EU E VOCÊ NÃO TENHAMOS MAIS DÍVIDAS – ELE PAGOU TODAS! ENTÃO ENTENDEMOS O ALTO PREÇO QUE JESUS PAGOU POR NOSSOS PECADOS ESFORÇAMO-NOS PARA EVITAR QUALQUER COISA QUE POSSA MAGOÁ-LO E TORNAR SEU SACRIFÍCIO EM VÃO – HB.10:24-31 EU E VOCÊ NÃO ÉRAMOS DIGNOS DE RECEBER A SUA GRAÇA - EXAMINE-SE ENTÃO QUANDO ESTIVER PARTICIPANDO DA CEIA
QUEM EU ERA PARA SER SALVO PELO SANGUE DE JESUS? QUE É QUE TINHA FEITO PARA MERECER ? TINHA AS MÃOS LIMPAS OU MANCHADAS? MEU CORAÇÃO ESTAVA LIMPO QUANDO ELE PENSOU EM MIM? OU ESTAVA SUJO E BORRADO? QUEM TEM DIREITO A TOMAR A CEIA DO SENHOR? É UM ATO ESPIRITUAL PARTILHADO PELO SENHOR COM AQUELES QUE ESTÃO EM FRATERNIDADE COM ELE JESUS NÃO OFERECEU O PÃO E O CÁLICE A TODOS, MAS SOMENTE A SEUS DÍSCIPULOS AQUELES QUE NÃO ESTÃO SERVINDO A DEUS NÃO TEM O DIREITO DE PARTILHAR DESTA REFEIÇÃO COM O SENHOR -= 1CO. 10:16-22
SOMENTE AQUELES QUE JÁ FORAM BATIZADOS NO CORPO DE CRISTO DEVEM PARTICIPAR DA CEIA DO SENHOR AT.2: 38 Gl. 3-26:28 JOÃO CONTA-NOS QUE SOMOS APTOS A PARTICIPAR COM DEUS NA COMUNHÃO ESPIRITUAL SOMENTE SE ANDARMOS NA LUZ DO SEU CAMINHO. 1JO 1-5:7  ONDE DEVEMOS PARTICIPAR DA CEIA? É UM ATO DE COMUNHÃO ENTRE CADA CRISTÃO E O SENHOR TINHA O PROPÓSITO DE REUNIR A CONGREGAÇÃO E NAS REFEIÇÕES COMUNS QUE ERAM TOMADAS NAS CASAS DE CRISTÃOS NÃO ENCONTRAMOS NENHUMA MENÇÃO NA BÍBLIA PARA PARTICIPAR DA CEIA DO SENHOR A SÓS OU FORA DA IGREJA. ATOS 20:7 – NOS DÁ O EXEMPLO DOS DÍSCIPULOS EM TRÔADE QUE REALIZAVAM TODOS OS DOMINGOS QUANDO MEDITAMOS SOBRE O SALVADOR NO DOMINGO É FÁCIL RESISTIR A TENTAÇÕES DURANTE O RESTO DA SEMANA NÃO DEVEMOS ESQUECER QUE A CEIA DO SENHOR É A MESA DE JESUS, É O LUGAR ONDE CRISTO NOS ENCONTRA E NOS IDENTIFICA SE SOMOS SEUS SEGUIDORES OU NÃO. É ELE QUE NOS CONVIDA A PARTICIPAR DESSE ATO GLORIOSO, SOMOS APENAS SEUS CONVIDADOS, ELE SE FAZ PRESENTE PARA SER NOSSO ALIMENTO E BEBIDA ESPIRITUAL POIS SEM ELE NÃO TEMOS QUALQUER GARANTIA DA NOSSA SALVAÇÃO 
FAZEI EM MEMÓRIA DEMIM... É FAZER NOS LEMBRAR QUANTO ELE JÁ FEZ E FAZ PELOS HOMENS.

sexta-feira, 15 de março de 2013

POVOS NÃO ALCANÇADOS



POR MARCIA PINHEIRO


De todas as regiões do mundo, Missões Mundiais tem recebido fortes apelos por missionários. São líderes batistas que clamam pela salvação de sua gente. Impossível não querer falar da alegria em ter a promessa de vida eterna para pessoas que focam toda sua devoção em falsos deuses como animais, natureza, objetos e Pessoas. São povos que jamais ouviram falar de Jesus, e andam no caminho inverso ao que leva à Verdade. Denominados não alcançados, eles são um desafio à missão de todo aquele que já foi chamado das trevas para a luz: testemunhar do Evangelho.O termo “não alcançado” ou “não evangelizado” surgiu para definir um grupo de indivíduos no qual não há uma comunidade nativa de crentes capazes de evangelizá-los. Segundo a International Mission Board (EUA), há cerca de 3.800 povos em todo o mundo que não conhecem a Jesus, o Filho de Deus, e desconhecem a necessidade de salvação.Grande parte desses povos está na chamada Janela 10/40, região onde habita 66% da população mundial, e ocupa 33% da área total do planeta, compreendendo 62 países. Os dois maiores países do mundo, em número de habitantes, encontram-se nessa área: China e Índia. Os dois juntos representam cerca de 33% da população da Terra. Esta região estende-se desde o oeste da África até o leste da Ásia, e é comparada a uma janela retangular, estando entre 10 e 40 graus ao norte da Linha do Equador. Todas as terras bíblicas encontram-se nessa janela. O apóstolo Paulo ultrapassou esses limites nas suas viagens missionárias (Rm 15.19). A Janela  10/40 ainda é um dos maiores desafios missionários. Todos os crentes devem orar, contribuir, apoiar e inteirar-se das necessidades dos trabalhos missionários direcionados para essa região.Até o fechamento desta edição – novembro de 2012 – Missões Mundiais tinha 764 missionários em 72 paí-ses, uma média de um missionário para cada cinco povos não alcançados. O desafio é testemunhar as Boas Novas aos 193 países do mundo. O tempo em que esta meta será alcançada só cabe a Deus conhecer. A única certeza é que o sucesso desta missão divina depende de cada nova criatura, que tem sua vida orientada pelo poder do Espírito Santo.Nossa meta para este ano de 2013 é ter 50% de nossa força missionária atuando entre os povos não alcançados. Seguindo nesta direção, já estabelecemos parcerias com convenções batistas de vários países em todos os continentes onde atuamos. Grandes são as expectativas para o avanço do ministério missionário, principalmente em regiões como o Norte da África, Ásia, Oriente Médio e Leste Europeu, onde há a maior concentração de pessoas que desconhecem o verdadeiro e único Deus.Como igreja do Senhor, você precisa se atualizar constantemente sobre as necessidades de cada região do planeta e, assim, identificar a melhor forma de levar a mensagem da salvação aos não alcançados. Uns serão chamados a orar, outros a contribuir, muitos a seguir... De alguma forma Deus o usará dentro do Seu projeto de amor pelos povos.

domingo, 3 de março de 2013

TESTEMUNHE AS NAÇÕES- ...ATÉ OS CONFINS DA TERRA"




A tarefa evangelizadora foi constituída na última ordem do Senhor Jesus para sua igreja (Atos 1.8). 
Incrível como Lucas registrou essa ordem preservando as quatro palavras que Jesus usou para formulá-la: 
poder, Espírito, testemunhas e terra. Na formulação do tema da Campanha de Missões Mundiais deste ano, 
estas são as palavras que, reordenadas, aparecem: “Testemunhe às nações pelo poder do Espírito”. Desenvolvemos três dimensões da tarefa de evangelizar o mundo, a partir destas quatro palavras que aparecem em Atos 1.8, para a nossa reflexão. Somos o que viemos fazer! A dimensão da nossa identidade
Servos, santos, crentes, irmãos, eleitos, etc. Encontramos no Novo Testamento várias palavras para fazer referência aos cristãos; cada uma tem o seu valor e seu sentido. Porém, a palavra que, com maior precisão, define nossa identidade, sem dúvida, é ‘testemunha’. O sentido aqui é o ético, implicando que devemos viver, se preciso for até morrer, para praticar, sustentar, defender e difundir nossa fé em Cristo Jesus. Somos as testemunhas do poder, do amor e da graça de Deus. Se não testemunharmos, o propósito de nossa vida não será cumprido. O propósito de nossa vida se confunde com nossa identidade. vamos aonde houver vida! A dimensão da nossa meta Cada pessoa sobre a face da terra precisa conhecer o nosso testemunho. O cerne da nossa meta não está na geografia, tampouco na estatística, mas sim na vida humana. Uma grande nação na Ásia, como a China ou uma pequena comunidade como o povo kimyal, na Indonésia. Se há uma vida, o testemunho que temos a dar precisa impactá-la. Haitianos que estão aqui, a menos de 5 mil quilômetros de nós, ou os habitantes do leste das Filipinas ou do norte de Papua-Nova Guiné, ambas a mais de 20 mil quilômetros do Brasil. Precisamos levar a mensagem do Evangelho a qualquer lugar onde haja uma vida. A natureza da nossa meta estabelece os contornos da nossa missão. Somos capacitados para a miSSão! A dimensão da nossa vocação Nossa tarefa requer capacitação. Desde nossas aptidões naturais às habilidades que adquirimos; de nossos talentos inatos aos dons espirituais que recebemos de Deus; desde a nossa educação familiar até os treinamentos e cursos que fazemos. Tudo isso se mistura na constituição do nosso preparo para a missão. É o poder do Espírito Santo de Deus que age em nós misturando e moldando todas essas coisas, e ainda trazendo o nosso temperamento, a nossa personalidade e os nossos valores para interagirem nesta mistura extraordinária que faz nascer o vocacionado, a testemunha de Deus. Somos vocacionados para testemunharmos de Cristo. Missões é a totalidade desta maravilhosa tarefa que nos permite ser. Cada crente em Jesus é um missionário. Missões é o nosso jeito de ir. Cada testemunha de Cristo vai, ao mesmo tempo, a todos os cantos do mundo, pois a alguns lugares nós 
podemos ir, e oramos por outros e sustentamos os que vão. Missões é a nossa resposta vocacional. Quando nos envolvemos em oração, contribuição e ação missionárias, estamos vivendo a nossa vocação.
O impacto do nosso testemunho precisa ecoar no coração de todos, em todos os cantos do mundo. Temos uma missão a cumprir. E Missões Mundiais convida você a se envolver ainda mais com a evangelização do mundo. Informe-se através de todo o material disponível e testemunhe às nações pelo poder do Espírito.


Pr. João Marcos B. Soares
Diretor Executivo 
de Missões Mundiais

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...