segunda-feira, 21 de maio de 2012

VISÃO DE COMPAIXÃO DA IGREJA!

14:18

Jesus é o nosso paradigma de percepção, a fonte de inspiração e autoridade em matéria de compaixão pelos perdidos. Eis o imperativo absoluto de nossa missão e visão: “como o Pai me enviou eu vos envio a vós”. E como o Pai o enviou? Sobretudo, cheio de graça, de amor, de verdade e de misericórdia por todos!
No caso de Bartimeu, os líderes daquele povo mandam que ele se calasse. Mas não é o fim. Todos são os que se enganam ao querer uma igreja tipo “meio feito fim” e já não se sensibilizam mais com a agonia de tantos “próximos” que perderam a vista, mas não as mãos para acenar, em a voz para gritar por socorro! Mesmo que ignoramos o grito dos excluídos, Jesus está pronto para ouvi-los, chamá-los para si e curá-los.  Aí cairemos do cavalo da vaidade, da apatia e da insensibilidade, para reconhecermos que Ele é Senhor e Salvador de todos os angustiados e ainda esperançosos. Eis o espelho do que é evangelho total, integral: encher-se de restauração total da dignidade do homem.
A Cristalândia é exemplo disso, ouvindo o grito da periferia, chamando os cegos e os curando. Agora, eles  mesmos, quais o ex-cego Bartimeu, interrompem a frieza de muitos históricos membros das igrejas batistas,que, perplexos, são obrigados a repensar seus incrustados e frios critérios de ver Jesus e sua obra. Arrependamo-nos! Nossa chamada é para conhecer Deus, para viver uma vida de intimidade com Ele, e incluir quem está no chão da vida, gritando por misericórdia, por amor, por uma oportunidade, por compaixão.

ELI FERNANDES DE OLIVEIRA-  3º vice-presidente da Convenção Batista  Brasileira e pastor da Igreja  Batista  Liberdade- São Paulo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...