domingo, 18 de janeiro de 2009

3ª PARTE
HORA: 15:44
E no dia 21 de julho de 1994 nasceu a nossa princesa, um presente de Deus, hoje quase seus 15 anos, louva ao Senhor é uma benção em nossas vidas. Aos 14 anos de casados Deus realizou o meu sonho, pois ele estava preparando o meu esposo que também o chamou para a obra missionária, hoje ele é pastor. Em 2008 em Fevereiro nos apresentamos a Junta de Missões Nacionais na Tijuca, participamos de todo o processo nos preparando e em Julho partimos para Sapiranga RS o nosso novo lar é o campo que Deus nos indicou, deixamos tudo, emprego, amigos, igreja e familiares para atender o ide de Jesus por amor as pessoas que nunca vimos e nem conhecemos.Já faz 7 meses que estamos em Sapiranga e estamos na direção da Primeira Igreja Batista um trabalho pioneiro, começando do zero, levando as pessoas a conhencerem a Jesus o Salvador.
Sapiranga tem sede de Deus.

O CHAMADO

2ª PARTE
HORA: 14:45
Me converti com 14 anos, adolescente, cheia de sonhos, novas amizades na igreja, participava de todos eventos, era quase a semana inteira na igreja, algo de diferente tinha acontecido em minha vida, estava caminhando, muitas coisas aconteceram na minha adolescência que me levaram a desistir do caminho certo e se eu fosse contar aqui não alcançaria o objetivo, pois este blog é para contar a minha vida como missionária, mas graças a Deus que fui muito forte para dizer não aos apelos de desistir, Deus estava comigo. Um dia a líder das Mensageiras do Rei na época a irmã Lenir me convidou para assistir uma palestra, eu fui e gostei muito, o nome do livro era: O Livro no Travesseiro que contava a história do missionário Adoniram Judson,amor pelas letras e pelas almas, o missionário Adoniram Judson levou o Evangelho até a Ásia e traduziu a Bíblia para o birmanês, nossa, foi maravilhoso, me sentia como se estivesse no local, fazendo tudo o que ele estava fazendo, apartir daí tudo foi acontecendo, me envolvia mais na igreja, participava de eventos missionários na igreja, conhecia missionários de outros países e brasileiros. O tempo foi passando me batizei no dia 21 de setembro de 1981, foi um momento muito especial, e fazia tudo para compensar a realização do sonho que ainda não tinha sido realizado de ser uma missionária.Procurei ser ali mesmo no bairro onde morava. A minha família se mudou, momento traumático pra mim e minhas irmãs, pois assim que me convertir eu levei as minhas irmãs Ana Maria, Rosa Maria e Maria Antonia, que também fizeram parte da igreja no Catiri. Deixei lá uma igreja que sentiu muito a nossa partida e fomos morar em Magé, no momento não entendia o porque de tudo aquilo, hoje eu entendo e louvo o meu Senhor por isso, por tudo o que passei no começo, na igreja onde Deus me queria, lutas e lutas, mais graças a Deus tudo serviu para o meu amadurecimento espiritual. Trabalhei muito ali na PIB Vale das Pedrinhas na época pastor Jurandy Ferreira Neto, hoje está com o Senhor. Ali na vontade do Senhor com 23 anos conheci o meu amado com apenas 16 anininhos, mais para mim era um homem de muita responsabilidade e já sabia oque queria apesar de sua pouca idade, era mais amduro do que eu (rsrsrsrs). Deus foi formando o seu caráter de um homem de Deus. Namoramos por 5 anos, trabalhando juntos na igreja, ele trabalhando para o nosso futuro juntos, lutas aconteceram, briguinhas tivemos, idas e vindas sim, normal para um casal que estava se conhecendo, mais a vontade do Senhor era a nossa união, o inimigo tentou atrapalhar, mais não conseguiu e no dia 13 de março de 1993 foi oficializado anossa união com muita alegria.

MINHA HISTÓRIA

1ª PARTE
A minha conversão foi muito marcante para mim, foi por intermédio de um primo meu, seu nome? Natan, nós morávamos em Catiri-Bangu na baixada, ele era membro da Igreja Batista em Catiri e me convidava constantemente para visitar a sua igreja, eu não ligava.Era uma adolescente apática, sem vida, mais tinha algo que me incomodava não sabia o que era, vivia por viver simplesmente.Fui uma criança infeliz doente, infeliz, crescia num lar em que presenciava cenas não muito legais entre meus pais, não havia carinho entre os dois, algumas brigas.Minha mãe não era feliz em seu relacionamento sentia isso em seu olhar, mais era uma boa dona de casa, tudo era limpinho apesar de sermos pobres, arrumadinho e nós, digo nós que eu tinha mais três irmãs, eu era mais velha são elas Maria Antonia que nasceu depois de mim, ai vem a Ana Maria , Rosa Maria, bem depois veio a caçula Chirlene, minha mãe teve três meninos mais não era da vontade de Deus que eles ficassem entre nós, morreram depois que nasceram.Eu cuidava das minhas irmãs, morávamos em Vigário Geral, lugar não muito legal, cheio de violências, muito pobre, casas de madeira, mas graças a Deus nunca aconteceu nada de ruim conosco fisicamente, meu pai sempre foi um trabalhador não tenho o que reclamar dele sobre isso, só que nunca tive sequer um carinho dele, mas graças a Deus hoje eu entendo o por que de nada de ruim aconteceu comigo fisicamente que tirasse a minha vida, o meu destino já estava traçado por Ele. Quando resolvi ir a igreja, foi algo inexplicável, me senti amada por aquelas pessoas, que vieram ao meu encontro me abraçando por que eles estavam felizes pela minha presença, assisti o culto, gostei dos louvores de tudo que aconteceu ali, pois para mim era diferente, prestei muita atenção na mensagem, quem pregou naquela noite era o pastor da igreja Sebastião Madeira, hoje ele está com o Senhor. Lembro-me bem de sua mensagem que foi sobre o principio da dores e a vinda do Senhor, nossa como aquela mensagem me marcou, fui embora, naquela noite não fiz a minha decisão, mais eu pedia a Deus que passasse aquela semana logo, para chegar o domingo a noite para fazer a minha decisão ao lado de Cristo. Foi o dia mais feliz da minha vida, onde eu senti literalmente Jesus pegar todos os meus fardos pesados de minhas costas e carrega-los, tudo de ruim saiu da minha vida, as tristezas, angustias, me deu alegria de viver, pois aos nove anos só pensava em me matar de várias maneiras. Lembro-me bem em um dia que estava sozinha na cozinha, peguei uma faca grande e algo sussurrava no meu ouvido- é agora, vai você está sozinha, acaba com isso logo, eu cheguei a colocar em direção do meu umbigo e pensava qual seria a sensação dela entrando bem devagar? Nossa algo mais forte que eu me fez retornar a realidade e parei, estava muito nervosa, suava frio. O que o inimigo não faz, ele sabia que eu seria de Jesus e queria acabar com a minha vida, mais o meu Deus é muito mais forte e poderoso e hoje estou aqui para a glória de Deus.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...